• 193 
  •  
  •  
  •  
  •  

Odontologia do CBMERJ comemora 110 anos

Evento reuniu ex-diretores da DGO e outorgou a medalha Otto Baptista aos militares que se distinguiram prestando serviços em prol da odontologia do CBMERJ.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) comemorou, nesta terça-feira (25.10), Dia do Dentista, os 110 anos da Diretoria Geral de Odontologia (DGO). Segunda odontologia militar mais antiga no Brasil, fundada em 1911, hoje conta com uma força de trabalho de cerca de 289 oficiais cirurgiões dentistas e 289 praças auxiliares de saúde bucal, distribuídos em uma unidade de ensino, 11 odontoclinicas e outras 29 unidades de atendimento, totalizando 43 unidades distribuídas por todo estado, com uma média de 13 mil atendimentos odontológicos e 15 mil procedimentos mensais.

Durante cerimônia realizada no Quartel Central da corporação, foram agraciados com a Medalha Otto Baptista,  - homenagem ao pioneiro nesse atendimento na corporação - os militares que se distinguiram prestando serviços em prol da Odontologia do CBMERJ.

Com a presença do ex-comandante Coronel Pedro Cipriano, o evento também reuniu todos os ex-diretores que passaram pela Odontologia do CBMERJ: os coronéis Dourado, Corato, Hawad, Faê, Luciano Parreira, Ricardo Machado, Ana Hoffmann e Schwartz.

O comandante-geral do CBMERJ e secretário de Estado de Defesa Civil, coronel Leandro Monteiro, destacou a importância e a história desses profissionais na corporação, lembrando que o serviço atende aos militares e seus dependentes e também aos pensionistas.

- Hoje é um dia de festa e de expressarmos nossa gratidão. Sabemos que nossa odontologia é um símbolo, não só para os bombeiros militares do Estado do Rio de Janeiro, mas para todo o Brasil. Honrando essa tradição, criamos a Superintendência de Saúde, que reúne a Diretoria Geral de Odontologia (DGO) e a Diretoria Geral de Saúde (DGS), e hoje temos a possibilidade de acompanhar a qualidade dos serviços ofertados, bem como ter um melhor controle de fluxos de processos, aquisições e contratações - afirmou.

Para a coronel Ellen Leão, diretora geral de Odontologia, além do pioneirismo, a DGO sempre realizou excelentes trabalhos e essa trajetória terá continuidade com investimentos em equipamentos de ponta e a implantação de novos projetos:

- Temos profissionais de alto nível e uma trajetória muito bonita. Agora, queremos levar serviços de imagem para as cidades do interior e já temos vários equipamentos em processos de licitação. Vamos também disponibilizar o serviço de prótese, além de investir na divulgação de informações sobre prevenção à saúde bucal. Estamos com diversos projetos em curso e o apoio que temos recebido do comandante-geral está sendo de extrema importância para a Odontologia do CBMERJ - finalizou.

 

 

 

Equipe ACS

View the embedded image gallery online at:
http://gse.rj.gov.br/institucional#sigProGalleriad5c8e13f77

CBMERJ realiza I Seminário Estadual de Combate a Incêndio Urbano

Iniciativa inédita vai atualizar conhecimentos técnicos, táticos e estratégicos da tropa para aprimorar, ainda mais, o atendimento à população

 

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) sedia, a partir desta segunda-feira (25.10), o 1º Seminário Estadual de Combate a Incêndio Urbano. A iniciativa inédita vai atualizar conhecimentos técnicos, táticos e estratégicos da tropa para aprimorar, ainda mais, o atendimento à população do Estado do Rio de Janeiro.

 

Até sexta-feira (29.10), 70 militares do CBMERJ, entre oficiais e praças, participarão de 8 palestras técnicas e treze oficinas práticas, nas dependências do Complexo de Ensino e Instrução Coronel Sarmento, em Guadalupe. 

 

- Inspirado em eventos similares que ocorrem na Europa, o seminário vai oferecer aos alunos a possibilidade de vivenciar situações-problema, simulando em oficinas práticas diversas técnicas de combate a incêndio. O objetivo é melhorar o tempo-resposta e a qualidade dos eventos de incêndio, com a aplicação de novas técnicas e o uso de

equipamentos mais adequados - afirmou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro.

 

O seminário contará com a presença de oficiais bombeiros de outros estados na condição de palestrantes. O tenente-coronel Benício Ferrari Junior, do CBMES, vai abordar os conceitos contemporâneos da ciência dos incêndios. Já o tenente-coronel Alysson Kruger Figueira, do CBMDF, falará sobre a criação, a missão e as experiências do Grupamento de prevenção e combate a Incêndio Urbano (GPCIU).

 

Pelo CBMERJ, o capitão Derek Macedo França (CIEB) discorre sobre a aplicação de água nos incêndios; o major Fabio Contreiras (CIEB) apresenta as ações prioritárias a serem adotadas no combate incêndios urbanos; o capitão Fábio Teles Ferreira (CIEB) fala da importância da padronização doutrinária; o major Médico Edgard do Carmo Neto (HCAP) explica as lesões provocadas pelo calor durante incêndios estruturais, e o capitão Giovanni Reis Duarte (CIEB), analisa como a leitura da fumaça facilita a avaliação de cenários num incêndio.

 

Ao longo da semana, serão oferecidas 13 oficinas práticas que vão trabalhar a utilização do uso correto do EPRA (Equipamento de Proteção Respiratória Autônomo) e do EPI (Equipamento de Proteção Individual); técnicas de estabelecimento horizontal e vertical; manejo com o esguicho; técnicas de busca e salvamento em incêndios; escape rápido; ventilação aplicada em incêndios, entre outros.

 

- A expectativa é de que os participantes possam transmitir as informações recebidas às suas unidades operacionais de origem, agindo como multiplicadores - disse o major Fabio Contreiras, comandante do CIEB

 

Cronograma do primeiro dia de atividades (25/10):

 

MANHÃ

 

8h10 - Abertura do evento

 

08h30 - Informações gerais e formação das equipes

 

08h45 - Palestra

 

"A ciência dos incêndios - Conceitos contemporâneos"

 

Tenente-coronel BM Benício Ferrari Junior - CBMES

 

09h35 - Palestra

 

"A aplicação de água nos incêndios - Uma abordagem minuciosa"

 

Capitão BM Lucas Nascimento da Silva - CIEB/CBMERJ

 

10h20 - Coffee Break

 

10h30 - Palestra

 

"Objetivos Gerais do Combate a Incêndios - Priorizando as ações"

 

Major BM Fabio Luiz Figueira de Abreu Contreiras - CIEB/CBMERJ

 

11h20 - Palestra

 

"Tática em grandes operações de Combate a Incêndios - Um olhar sobre a padronização doutrinárias"

 

Capitão BM Fábio Teles Ferreira - CIEB/CBMERJ

 

12h05 - Almoço

 

TARDE

 

13h15 - Palestra

 

"CPCIU CBMDF - Criação, Missão e experiências"

 

Tenente-coronel Alysson Kruger Figueira - CBMDF

 

14h05 - Palestra

 

"Lesões pelo calor durante os incêndios estruturais - Temas de prevenção"

 

Major BM Méd Edgard do Carmo Neto - HCAP/CBMERJ

 

14:50h - Coffee Break

 

15:00h- Palestra

 

"Leitura de fumaça nos incêndios - Ferramenta facilitadora na avaliação decenários"

 

Capitão BM Giovanni Reis Duarte - CIEB/CBMERJ

 

15:50h - Briefing - Oficinas Práticas

 

Oficinas práticas previstas para os dias 26, 27 e 28/10:

 

Exercício com fogo real - Container Flashover de Observação

 

Equipamento de Proteção Respiratória Autônomo em uso no CBMERJ: Características e ferramentas

 

Estabelecimento horizontal e vertical 

 

Simulado de mesa 

 

 Equipamentos de proteção individual: Uso correto, cuidados e adaptação

 

Manejo de esguicho e passagem de porta 

 

Sobrevivência em situações de incêndio: Pista Mayday Training 

 

Busca e Salvamento em incêndios - Retirada de vítima por escadas

 

Sobrevivência em situações de incêndio: Escape rápido pela escada

 

Busca e Salvamento em incêndios - VEIS

 

Ventilação em incêndios  

 

Nós e Voltas de Arrasto

 

Demonstração Incêndio Doll House

 

Simulado Operacional - Todas as equipes

 

Solenidade de Conclusão e entrega de certificados

 

 

 

 

Equipe ACS

View the embedded image gallery online at:
http://gse.rj.gov.br/institucional#sigProGalleria66c323a889

CBMERJ realiza marcha de reconhecimento em Petrópolis

Incursão mapeou as condições gerais dos 12 quilômetros da trilha Cobiçado-Ventania

 

No dia 18 de outubro, bombeiros militares dos quartéis de Petrópolis, Itaipava e Três Rios realizaram uma marcha de reconhecimento das trilhas que compõem a travessia entre as localidades do Cobiçado e Ventania, na região do Caxambu, em Petrópolis.

O objetivo principal da incursão, que teve duração de seis horas, foi verificar as condições gerais dos 12 quilômetros da trilha, avaliar os possíveis riscos e, ainda, mapear com o auxílio de equipamento de GPS os pontos críticos do local, como fontes de captação d'água, barragens e áreas de pouso para helicóptero.

De acordo com a tenente-coronel Elisângela Francisca de Matos, comandante do 15º GBM, devido à facilidade de acesso, a marcha Cobiçado-Ventania, popularmente conhecida como Travessia, é uma das mais freqüentadas de Petrópolis e já foi palco de diversos eventos de salvamento de pessoas nos últimos anos.

- O reconhecimento auxilia o trabalho da tropa nas missões de salvamento na região. É importante advertir que a trilha é difícil e que os visitantes devem sempre procurar orientações sobre as condições de acesso na sede do parque e buscar o apoio de um guia experiente – alertou a comandante.

 

 

 

Equipe ACS

View the embedded image gallery online at:
http://gse.rj.gov.br/institucional#sigProGalleria084aeb4b26

Governador autoriza pagamento de adicional de serviço a todos os guarda-vidas do Estado

Corpo de Bombeiros RJ investe cerca R$ 70 milhões nas Operações de Salvamento Marítimo

 

 

Planejamento estratégico da corporação engloba aquisição de equipamentos e valorização da tropa

 

As Atividades de Salvamentos Marítimos do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) receberam investimentos de mais de R$ 3,5 milhões para o Verão 2020/2021. Visando à melhoria constante do serviço, a corporação adquiriu, no último ano, 20 motos-aquáticas e quase 200 pranchões de salvamento; além de 1.354 nadadeiras e equipamentos de proteção individual, incluindo mais de 40 mil fotoprotetores corporais e labiais, que serão entregues nesta sexta-feira (22.10). Além disso, o CBMERJ também empenhou mais de R$ 67 milhões para aquisições complementares, que estão em fase final de licitação. 

O processo inclui a compra de 12 embarcações de resgate; 12 botes infláveis; 42 quadriciclos; 500 guarda-sóis; 650 cadeiras de praia; 43.814 itens de vestuário, incluindo casacos, calças, camisetas, calções, sungas e bonés com fator de proteção solar; 2.040 óculos de sol; 4.419 apitos e 1.608 garrafas térmicas. Também está prevista a instalação de 104 novos entrepostos de guarda-vidas e a modernização de 10 lanchas.

- A preparação para o Verão é parte de um planejamento estratégico que tem como objetivo aperfeiçoar o atendimento, estimular a conscientização e evitar afogamentos. E esse plano passa, necessariamente, pela valorização do nosso capital humano. Desde o primeiro dia do meu Comando, estou comprometido em adotar ações voltadas para a valorização dos guarda-vidas. A gratificação que era recebida pelos guarda vidas apenas no verão, agora será paga, mensalmente, durante todo o ano. Além disso, investimos na melhoria das condições de trabalho e alimentação; na capacitação, qualificação e especialização dos militares; readequamos as escalas; realizamos licitação emergencial para aquisição de itens de proteção individual e de apoio às ações marítimas; além de promover a modernização da frota - afirmou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro. - Hoje,  realizamos a entrega de uma nova leva de materiais adquiridos para garantir a segurança da tropa e a excelência dos serviços prestados à população.

Mais de 27.300 mil fotoprotetores corporais; 13.809 fotoprotetores labiais; e 1.354 nadadeiras serão distribuídas entre o efetivo que atua nas Regiões Metropolitana, Norte; Costa Verde e das Baixadas Litorâneas. O valor do investimento é de cerca de R$ 1 milhão.

 

Raio-X

O serviço marítimo do CBMERJ conta com um total de 217 postos de salvamentos, que cobrem os 246 quilômetros da orla fluminense. Cerca de 1.200 militares atuam nas praias do Estado, com apoio de 168  embarcações, 34 botes, 52 motos aquáticas, 33 quadriciclos, helicópteros e drones. Reforçando a prevenção a afogamentos e a comunicação com a população, a corporação também conta com 4.750 placas de sinalização de perigo, 200 totens informativos e 18.900 bandeiras de sinalização de risco em pontos estratégicos da orla.

 

Operação Verão

Na estação mais quente do ano, o CBMERJ realiza uma média de 220 mil ações de prevenção nas praias - cerca de 2.200 por dia, 90 por hora, o que equivale a 1,5 pessoa orientada a cada minuto. De dezembro de 2020 a março de 2021, mais de 5 mil resgates foram realizados nos mares do Rio de Janeiro, aproximadamente cinco (05) por dia. Quase um (01) por minuto.

Novo projeto de reforma e ampliação do 2° GMar

A nova sede do 2º GMAR será composta de dois prédios distintos, na Avenida do Pepê, s/nº. Um estudo prévio do solo está sendo encerrado e, assim que forem aprovados os anteprojetos de engenharia e arquitetura, a obra segue para a fase de licitação, com a definição da empresa responsável pela obra.

As intervenções preveem a reforma estrutural dos prédios administrativo e de apoio do 2° GMar, incluindo a construção de uma piscina semiolímpica para treino; um novo heliponto; a ampliação e modernização do Centro de Tratamento de Afogados, que contará com quatro leitos de CTI, dando mais agilidade ao atendimento e conforto às famílias das vítimas; além da criação de uma Sala de Crise.

A contenção e a urbanização das áreas afetadas pela ressaca estão incluídas no novo projeto de reforma e ampliação do 2º Grupamento Marítimo (2° GMar) 

 

Equipe ACS

View the embedded image gallery online at:
http://gse.rj.gov.br/institucional#sigProGalleriabdc54366ff

Secretaria de Defesa Civil e CBMERJ participam de treinamento na Central Nuclear de Angra dos Reis

 

Operação que envolve centenas de profissionais avaliará a eficácia do Plano Externo de Emergência do Estado do Rio de Janeiro



Nos dias 20 e 21 de outubro, o Corpo de Bombeiro Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) e a Secretaria de Estado de Defesa Civil participam, junto com outras 80 instituições civis e militares, das esferas municipal, estadual e federal, do Exercício Parcial Integrado de Resposta de Emergência e Segurança Física Nuclear (EXPAR 2021), na Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto (CNAAA), em Angra dos Reis. A ação foi planejada pelo Comitê de Planejamento de Resposta a Situações de Emergência Nuclear (COPREN/AR), que é constituído por um grupo interinstitucional, e terá a coordenação do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

A simulação, que ocorre anualmente, mobiliza centenas de profissionais e, esse ano, será focada na evacuação e na abrigagem da população diante de uma situação de pandemia. O exercício também testa a interação com os órgãos de segurança pública, que treinarão ações recomendadas diante de ameaças físicas à usina.

- O objetivo da operação é fazer uma avaliação da eficácia do Plano Externo de Emergência do Estado do Rio de Janeiro. O cenário é composto de vários desafios criados de maneira que possibilitem alcançar as diversas classificações de emergência -  explicou o coronel Fábio Braga, coordenador do Centro de Coordenação e Controle de Emergência Nuclear (CCCEN).

Segundo o oficial, as simulações servem também para demonstrar, principalmente, a capacidade de notificar as organizações envolvidas nas ações de resposta a uma situação de emergência nuclear, de alertar e notificar a população nas Zonas de Planejamento de Emergência e treinar o atendimento pré-hospitalar em ambiente convencional e especializado para rádio acidentados.

O exercício é programado pelo Gabinete Institucional da Presidência da República, órgão central do Sistema de Proteção ao Programa Nuclear Brasileiro (Sipron). Durante o procedimento, serão ativados o Centro Nacional de Gerenciamento de Emergência Nuclear (Cnagen), em Brasília; o Centro Estadual de Gerenciamento de Emergência Nuclear (Cestgen), no Rio de Janeiro; e o CCCEN, em Angra dos Reis.

Equipe ACS

Corpo de Bombeiros RJ agenda consultas para tratamento de prótese dentária

Marcação deve ser feita entre os dias 25 de outubro e 05 de novembro

 

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) abre agendamento, a partir de segunda-feira (25.10), para Consultas de Avaliação com o Especialista (CAE) em Prótese Dentária. Os interessados devem fazer contato telefônico com a odontoclínica de sua preferência, até 05 de novembro, e comparecer à consulta no dia e horário marcados.

 

Local: 1ª Odontoclínica Militar – QCG;

Endereço: Praça da República, 45 – Centro/RJ.

Telefones: 2333-3098

 

Local: 2ª Odontoclínica Militar – Campo Grande;

Endereço: Av. Cesário de Melo, 3226 – Campo Grande/RJ.

Telefones: 2333-6825

 

Local: 3ª Odontoclínica Militar – São João de Meriti;

Endereço: Av. Automóvel Clube, 1035 - Centro /S. João de Meriti/RJ.

Telefones: 2756-2065, 98596-9282

 

Local: OMMPCC – Guadalupe;

Endereço: Av. Brasil, 23.800 – Guadalupe/RJ.

Telefones: 2333-5736, 98596-9276

 

Local: OMCTAGA – Campinho;

Endereço: Rua Domingos Lopes, 336 – Campinho/RJ.

Telefones: 2333-5630, 974911928

 

Local: OMTCVOS – Niterói;

Endereço: Rua Marquês do Paraná, 134 – Centro – Niterói/RJ.

Telefones:2618-1646, 2717-7422

Local: OMNSP – Penha;

Endereço: Av. Nossa Senhora da Penha, 25 – Penha/RJ.

Telefones: 2334-7952, 2334-7914

 

Local: OMGBS - Barra;

Endereço:  Av. Ayrton Senna, 2001 – Barra da Tijuca/RJ.

Telefones: 99327-8127

 

Protocolos para a pandemia - As consultas serão agendadas a cada 30 minutos, ou seja, no máximo oito consultas por turno para evitar aglomerações nas unidades de Saúde. Todos os protocolos de segurança de prevenção de disseminação da Covid-19 serão seguidos como o distanciamento e a obrigatoriedade do uso de máscaras. Caso o paciente agendado apresente sintomas da doença, deverá informar à unidade odontológica a impossibilidade de comparecimento para que seja reagendado.   

Após o agendamento telefônico, o paciente deverá comparecer à consulta de avaliação com especialista (CAE) na data marcada em uma das unidades odontológicas supracitadas, apresentando a Guia de Encaminhamento para Consulta de Avaliação com o Especialista (GECAE), fornecida pelo dentista clínico que indicou o serviço após a alta clínica, a radiografia panorâmica e, em casos de prótese unitária, radiografia periapical. Os dependentes deverão apresentar, também, a carteira emitida pelo Serviço Social da corporação. 

Após esta consulta de avaliação com especialista, a GECAE automaticamente perderá a validade. Os pacientes que não comparecerem a esta CAE  deverão reiniciar o processo de encaminhamento para a especialidade, solicitando nova GECAE ao dentista clínico na unidade de origem.

 

Equipe ACS

Bombeiros do Rio zeram número de pacientes com Covid-19 internados no hospital da corporação - Bandnews

Hospital do Corpo de Bombeiros RJ zera pacientes positivos para Covid-19

 Durante a pandemia, corporação realizou telemonitoramento inédito dos pacientes


O Corpo de Bombeiros  Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) zerou o número de pacientes positivos para Covid-19 internados no Hospital Central Aristarcho Pessoa (HCAP), o hospital geral da corporação. Além disso, de acordo com dados da Diretoria Geral de Saúde (DGS), todos os bombeiros que seguem na unidade para recuperação de sequelas da doença encontram-se fora de isolamento respiratório.

- Um ano e sete meses após o início da pandemia, é muito significativo e gratificante não ter pacientes positivos para a doença no nosso hospital. Esse resultado é fruto de um trabalho incansável que envolve investimentos feitos pelo Comando e a dedicação total dos nossos profissionais da área da Saúde - afirmou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro.

Desde março de 2020, mais de 6.500 militares da ativa foram atendidos pelas equipes de Saúde da corporação, com suspeita ou confirmação de coronavírus. O CBMERJ registrou 26 óbitos em decorrência da doença entre os cerca de 12.000 militares da ativa - uma taxa de mortalidade de 0,22%.

- Durante a pandemia, o Corpo de Bombeiros RJ desenvolveu uma iniciativa inédita de telemonitoramento da tropa, um acompanhamento diário, via telefone, dos casos suspeitos ou confirmados, até que os pacientes tivessem alta médica. O serviço, uma parceria entre a DGS, a Diretoria Geral de Odontologia (DGO) e a Assessoria de Informática (Assinfo), chegou a atender até 600 pacientes por dia, no ápice da pandemia. Hoje, cerca de 50 pacientes são telemonitorados diariamente - explicou a coronel Simone Simões, diretora Geral de Saúde do CBMERJ.

Equipe ACS

Corpo de Bombeiros RJ promove avaliação para tratamento dentários

Triagem para Endodontia e Ortodontia acontecem nos dias 19 e 27 de outubro

A Diretoria Geral de Odontologia (DGO) do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) vai realizar, nos dias 19 e 27 de outubro, triagens para tratamentos dentários conforme calendário e especialidades abaixo:

Odontoclínica Militar GBS – Barra da Tijuca (Endodontia)

Data: 19 de outubro de 2021 (terça-feira)

Horário: das 08 às 12h

Endereço: Avenida Ayrton Senna, 2001F - Barra da Tijuca

Outras Informações: 993327-8127

Os interessados deverão ligar até dia 15 de outubro para agendamento prévio.

Odontoclínica Militar Major Og Gomes de Sá - Nova Iguaçu (Endodontia)

Data:19 de outubro de 2021 (terça-feira)

Horário: das 08 às 11h

Endereço: Avenida Governador Roberto da Silveira, 1221 – Moquetá – Nova Iguaçu

Outras informações: (21) 2669-2511 – 2669-2083;

Os interessados deverão ligar até dia 18 de outubro para agendamento prévio.

1ª Odontoclínica Militar – QCG (Ortodontia)

Data: 27 de outubro de 2021 (quarta-feira)

Horário: das 08 às 17h

Endereço: Praça da República,  45 - Centro – RJ

Outras Informações: (21) 2333-3098 / 2333-3099/2333-3180

Os interessados deverão ligar entre os dias 18 e 22 de outubro para agendamento prévio.

Pacientes devem estar de alta clínica no dia da triagem e apresentar o encaminhamento para a especialidade de qualquer unidade odontológica do CBMERJ, além da carteira de identidade militar ou carteira emitida pelo Serviço Social da corporação, no caso dos dependentes.

 

 

 

 

Página 1 de 116